10 sinais que indicam o transtorno de ansiedade

A palavra “ansiedade” é um termo genérico para uma preocupação natural ou diversos distúrbios nervosos. Porém, quando os sintomas normais começam a ser constantes, esse quadro passa a ser clínico. Conheça hoje os 10 sinais que indicam o transtorno de ansiedade.

Quando uma pessoa permanece ansiosa com frequência, é preciso procurar um tratamento contra a ansiedade. Ao ser tratado logo em seu início, esse distúrbio pode ser controlado e não interfere no cotidiano.

Quais sinais indicam o transtorno de ansiedade?

Veja 10 sintomas comuns que indicam que um indivíduo está desenvolvendo transtorno de ansiedade.

1. Fazer lanches fora de hora

Descontar as frustrações em um doce ou assaltar a geladeira são hábitos compulsivos. Por isso, quando feitos com frequência podem ser a porta de entrada para a ansiedade.

2. Ver perigo em qualquer situação

Ainda que haja violência em todas as partes do mundo, enxergar perigo a todo instante não é natural. Isso indica um medo profundo e, até então, sem fundamentos suficientes para ser considerado um fato.

3.  Apresentar tensão na musculatura

Pessoas que sofrem com ansiedade costumam apresentar uma tensão frequente em seus músculos. Isso ocorre porque elas estão sempre em estado de alerta e prontas para a defesa, mesmo de um inimigo imaginário.

4. Sofrer com sono irregular

O transtorno de ansiedade costuma interferir no sono e gerar episódios de insônia. Em muitos casos o indivíduo fica acordado pensando em todas as ações que fará no próximo dia e não consegue descansar. 

5. Ter preocupações excessivas

É comum ficar apreensivo antes do resultado de um exame de saúde, por exemplo. Porém, pessoas ansiosas tendem a apresentar uma preocupação em excesso. Para elas, o pior sempre está prestes a acontecer.

6. Sentir pavor antes de falar em público

Outra situação corriqueira é o famoso “frio na barriga” antes de apresentações públicas. Já para quem sofre de ansiedade, esses eventos não causam um breve temor, mas sim um pânico imenso.

7. Estar sempre inquieto

A pessoa ansiosa sempre se sente inquieta, com falta de concentração e relata uma angústia constante. Com isso, ela é capaz de caminhar de um lado para outro por vários minutos, mesmo que não haja uma situação preocupante.

8.  Ter pensamentos obsessivos

O pensamento obsessivo é uma fixação em determinado evento, imagem ou ato. Com isso, o indivíduo passa por ciclos de repetição do mesmo tipo de ideia. Em alguns casos pode levar a ações compulsivas, como lavar as mãos a todo instante.

9. Estar sempre à beira de um ataque nervoso

Um dos sinais que indicam o transtorno de ansiedade é a sensação de estar sempre perto de um ataque de estresse. Com isso, é comum ocorrem mudanças de humor e crises de irritabilidade, mesmo sem explicações notáveis.  

10. Apresentar sintomas físicos

Nas situações em que uma pessoa ansiosa está muito angustiada, podem ocorrer sintomas em seu corpo, como: suor excessivo, tremores, sensação de asfixia, cansaço intenso, boca seca, mãos frias, diarreia, náuseas, ondas de calor etc.

Ao identificar esses 10 sinais que indicam o transtorno de ansiedade é preciso cuidar dessa dificuldade. A consulta com um psicólogo e a ajuda de um remédio natural contra a ansiedade serão grandes aliados para vencer esse problema.

Você já sentiu algum desses sintomas? Então, precisa conhecer este método comprovado para controlar sua ansiedade nesses momentos críticos.

 

Ansiedade: Quando se torna uma doença?

Será que existe um caso em que alguém se sinta tão ansioso a ponto de interferir em sua rotina? A resposta é que sim, há muitos quadros como este. Então, saiba hoje quando a ansiedade evolui de uma sensação normal para uma doença.

É preciso prestar atenção à rotina do indivíduo ansioso para notar a gravidade do problema. Quando a dificuldade é constante e incapacitante, é preciso buscar orientação médica. Entenda melhor sobre ansiedade no decorrer do artigo.

Sentir ansiedade é normal?

Sentir ansiedade é completamente natural. Logo, todas as pessoas passaram ou vão passar por alguns dias de grande expectativa sobre algum assunto. Pode ser uma entrevista de emprego ou a data de um concurso importante.

Ficar ansioso faz parte da vida e, na verdade, é um mecanismo de defesa cerebral. A estrutura neurológica é feita para proteger a integridade física do indivíduo. Por isso, a preocupação é uma maneira de prevenir problemas futuros ao pensar em diversas soluções.

Esse mecanismo já foi imensamente útil para os antepassados, uma vez que ele alertava sobre perigos ao redor. Sendo assim, o momento da caça por alimentos era feito com muito mais cautela.

Portanto quando a ansiedade aparecer, não ache que há algo errado. Isso é apenas sua mente tentando evitar que alguma situação ocorra de maneira inesperada. O que deve ser feito é achar formas para educar a mente a ter mais foco no presente.

Quando a ansiedade é uma doença?

Porém, nem todos os casos em que se está ansioso é algo natural. Quando esse problema evolui a ponto de impedir o prosseguimento de uma rotina tranquila, o que acontece é a presença do transtorno de ansiedade.

Quando ela se transforma em um distúrbio afetivo é considerada uma doença. Por isso, as pessoas que passam por essas crises não conseguem apenas ficar calmas. É preciso fazer um tratamento contra a ansiedade eficaz.

A ansiedade passa a ser uma doença quando o indivíduo convive diariamente com essa situação. Além disso, mesmo que tente ficar calmo de diversas maneiras, o problema interfere em sua qualidade de vida.

Há diversos tipos de transtornos de ansiedade. Por isso, ao contrário do que se pensa, esse caso não é apenas uma dificuldade genérica. Entre as classificações estão: Transtorno de Ansiedade Generalizada (TAG), Transtorno do Estresse Pós-traumático (TEPT), Transtorno do Pânico, Transtorno de Ansiedade de Separação (TAS), entre outros.  

O que fazer para tratar ansiedade?

Entre as formas para tratar essa enfermidade estão: a terapia comportamental e o uso de medicamentos. Porém, há formas naturais para administrar esse mal, como a suplementação natural contra a ansiedade.

Diferentemente dos remédios controlados, os suplementos agem estimulando a produção de serotonina, que é o hormônio do bem-estar. Essa solução não agride o organismo ou causa dependência com o uso.

Porém, mesmo utilizando produtos naturais, é recomendado realizar o acompanhamento com o psicólogo. Essas sessões poderão esclarecer os motivos do transtorno de ansiedade e ajudar para que o quadro não seja recorrente.

Agora que já sabe quando a ansiedade evolui para uma doença, é possível entender melhor o estágio em que você se encontra. Entretanto, é bom lembrar que apenas um médico pode diagnosticar a presença dessa doença.

Você sofre com ansiedade? Conte nos comentários em que situações você costuma ficar mais ansioso e quais soluções usa nesses momentos.